Início » OAB/AL vai requerer habilitação para acompanhar morte de advogado em acidente de trânsito

OAB/AL vai requerer habilitação para acompanhar morte de advogado em acidente de trânsito

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB/AL) vai requerer a habilitação como assistente no processo que julgará o empresário Edmo Santana, pela morte do advogado Daniel Araújo Monteiro, morto num acidente de trânsito no início de fevereiro.  A Ordem atende a solicitação do irmão da vítima, o advogado Luiz Geraldo Araújo Monteiro, que esteve nesta quarta-feira (11), na sede da instituição para pedir o apoio no caso.   De acordo com o presidente da OAB/AL, Thiago Bomfim, esse caso é bastante atípico e transcende qualquer normalidade. “A OAB entende que essa é uma questão social, e deve se manifestar para que casos como este que vitimou o Daniel, não voltem mais a acontecer. O outro fato é que, trata-se de um advogado e a partir do momento em que houve o indiciamento por homicídio doloso, para a Ordem trata-se de um crime cometido, contra um de seus membros. Isso demonstra a nossa preocupação com a sociedade como um todo e com os advogados”, afirmou.   O pedido deve ser encaminhado para a Justiça, já que o inquérito que investiga o caso já foi concluído e remetido. “A OAB deverá participar de todos passos acompanhando e praticando os atos que entender necessários”, explicou Thiago Bomfim.   O presidente da OAB Alagoas frisou ainda, que com esse acompanhamento, não tem o objetivo de realizar qualquer tipo de justiçamento ou linchamento moral no acusado do crime. “Queremos que a Justiça seja cumprida, da forma que ela deve ser. Nem para mais e nem para menos. A medida para esse caso deve ser a da Lei”, completou.   O advogado Luiz Geraldo, irmão de Daniel Monteiro, disse que essa participação da OAB no caso é muito importante para a família. “Faço parte de uma família de advogados, e viemos pedir esse apoio por entender que se trata de uma questão que envolve um membro da classe e também social. Meu irmão era uma pessoa de bem, que seguia as normais sociais e foi vítima de uma pessoa que justamente infringiu as leis”, colocou.   CASO   O advogado Daniel Monteiro morreu no dia primeiro de fevereiro, após ter seu carro atingido por outro que vinha em alta velocidade, na Avenida Amélia Rosa, em Mangabeiras. O carro que acertou o de Daniel Monteiro era conduzido pelo empresário Edmo Santana, que apresentava sinais de embriagues.   Fonte:ASCOM OAB/AL  Ascom OAB/AL
2121-3207
ascom@oab-al.org.br