Início » Palestra com Procurador Federal marca celebração pelo Dia Nacional da Advocacia Pública na OAB Alagoas

Palestra com Procurador Federal marca celebração pelo Dia Nacional da Advocacia Pública na OAB Alagoas

Para celebrar o Dia Nacional da Advocacia Pública, neste 07 de março, a OAB Alagoas recebeu em sua sede, em Jacarecica, advogados públicos que participaram de uma palestra ministrada pelo Procurador Federal, Roberto Eduardo Ventura Giffoni. A homenagem foi programada com o objetivo de evidenciar ainda mais a importância da atuação desta relevante função jurídica com profissionais atuando na estrutura da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, mantendo o compromisso com a administração pública e sociedade.Antes de iniciar a palestra, todos os advogados presentes puderam acompanhar no hall principal da instituição a apresentação do coral do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), que prestou uma homenagem às mulheres, dentro das comemorações realizadas pela Ordem pelo Dia Internacional da Mulher, celebrado neste dia 08 de março.A presidente da OAB Alagoas, Fernanda Marinela, parabenizou todos os advogados públicos pela passagem do seu dia e lembrou a importância da carreira para o Brasil, principalmente no momento atual que o país vivencia. ?Nós vivemos hoje no país não apenas uma crise econômica, política, mas ética, moral, institucional. As nossas instituições estão abaladas e comprometidas com tudo que está acontecendo no país. Neste momento é fundamental o fortalecimento dessas instituições?, colocou a presidente.Marinela ainda ressaltou o papel desta carreira dentro da administração pública. ?Falar de advogado público, é falar do anjo da guarda do gestor público. A carreira da advocacia pública vem crescendo muito nos últimos tempos. Muitas conquistas foram implantadas, seja com o novo CPC, com legislações específicas, vários avanços. Mas há muito a se construir. Aqui colocamos a OAB à disposição de todos esses pleitos.  A Ordem é a casa de todos os advogados por tanto podem contar com nossa instituição nessa caminhada. São muitas lutas, pela carreira, efetivação das suas decisões, pela defesa do advogado público que sofrem vários abalos.  A OAB não deixará que a carreira seja comprometida ou abalada por providências ilegais tomadas pelos gestores. O advogado público precisa de liberdade na manifestação do seu pensamento, na defesa do seu parecer, na defesa de suas convicções. A liberdade para desenvolver seu trabalho que é tão importante para a democracia, para o estado de direito. Advogado público é um grande lutador?, concluiu a presidente da Seccional Alagoana.Durante o ano de 2016, a Comissão do Advogado Público teve como presidente a advogada Inacinha Ribeiro Chaves que, durante o evento, falou do papel que a OAB exerce para a advocacia pública e do convite para assumir a comissão em Alagoas. Inacinha Ribeiro, que deixa a presidência, agradeceu todo o apoio durante o último ano. ?Comandar essa comissão foi uma grande responsabilidade e sinal de confiança que foi atribuída a mim por Fernanda Marinela. Na ocasião, ao tomar posse, ressaltei que meu amigo David da Guia não seria apenas meu vice, mas sim meu co-presidente. Precisei me afastar e ele conseguiu comandar todas as atividades da comissão. Continuo compondo a comissão, mas passo agora para meu amigo o comando. Mas juntos continuaremos na luta em prol da advocacia publica?, disse.O Conselheiro Seccional, David da Guia, que irá assumir a presidência da comissão,  ressaltou o trabalho conjunto realizado desde o início da gestão, numa relação de confiança que irá permanecer ao longo desses dois anos. Ele ainda comentou a importância do papel do advogado público e o respeito a essa carreira, o que poderia ter evitado os inúmeros problemas vivenciados no país.?A advocacia pública tem assumido nos últimos anos papel de extrema primordialidade, na defesa dos interesses da administração porque vivemos, sobretudo, um período de transição na ordem institucional, política, jurídica no Brasil em que vivenciamos a maior operação de combate à corrupção. Apesar de muitas pessoas enxergarem um viés com bons olhos, tudo isso traz como pano de fundo o insuficiente prestígio à classe de advocacia pública, que se fosse prestigiada desde o início de forma mais pujante, o controle da legalidade desses atos que agora estão sendo combatidos na última fronteira que é o Poder Judiciário. Na verdade, a advocacia pública é a primeira barreira de controle efetivo da legalidade. A necessidade de prestigiar essas classes em todos os âmbitos, em todos os Poderes é essencial para que não precisemos ter operações tão constantes como essas acontecendo. Façamos um clamor para que a advocacia pública seja visualizada de uma maneira especial, para privilegiar a população brasileira que precisa ter garantidos os seus direitos?, conclamou.A Conselheira Federal, Marié Miranda, também aproveitou o evento para parabenizar todos os advogados públicos. ?Esse é um dia especial. A advocacia pública sempre foi para mim algo importante, como procuradora autárquica em Alagas. Sempre estive à frente na luta, batalhas e conquistas referentes à minha categoria. Considero a advocacia pública serviço essencial, nós zelamos pelo bem público, seja os procuradores autárquicos, procuradores federais, advogados da União, procuradores de estatais. Tenho muito orgulho de integrar a classe e estarei sempre na defesa de todos?, concluiu.O evento foi uma realização da Ordem, com patrocínio da Caixa de Assistência dos Advogados de Alagoas, da Associação dos Procuradores do Município de Maceió (APMM) e da Associação dos Procuradores Autárquicos e Advogados de Fundação do Estado de Alagoas (APAFAL).