Início » Comissão de Apoio Profissional será conduzida pelas advogadas Natália Von Sohsten e Ana Lydia Seabra

Comissão de Apoio Profissional será conduzida pelas advogadas Natália Von Sohsten e Ana Lydia Seabra

Criada em agosto de 2016 com o objetivo de dar um suporte aos advogados em início de carreira, a Comissão de Apoio Profissional da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB/AL) será conduzida, nesta gestão, pelas advogadas Natália Von Sohsten e Ana Lydia Seabra, presidente e vice-presidente, respectivamente. A decisão da presidência é seguir com o trabalho que a comissão vem desenvolvendo, sempre focada no apoio institucional para advogadas e advogadas que estão ingressando nos quadros da Ordem, seja auxiliando em peticionamento, contribuindo para diminuir dúvidas quanto a profissão, dentre outras atribuições. As nomeações foram publicadas através de portaria, nesta segunda-feira (21), no Diário Eletrônico da OAB Nacional. Para as advogadas, esta é mais uma missão importante que irão cumprir em favor da advocacia alagoana. Natália Von Sohsten foi reconduzida à presidência devido ao valoroso trabalho desempenhando nos últimos três anos. “Tive a honra e orgulho de ter presidido esta comissão na gestão de Fernanda Marinela, quando ela foi criada. Ter sido reconduzida à Presidência por Nivaldo Barbosa, nesta nova gestão, significa o reconhecimento de um trabalho bem executado e significa também que conseguimos demonstrar a viabilidade e importância da Comissão para Advocacia Alagoana. Com isso, sinto-me novamente honrada, pois sei da responsabilidade desta missão, mas estou feliz e muito grata pela confiança que, mais uma vez, foi depositada na minha pessoa para dar continuidade a este trabalho”, disse a presidente da comissão. Já Ana Lydia Seabra, que ocupava a comissão como membro falou dessa nova oportunidade. “Estou muito feliz e honrada com a nomeação para a vice-presidência. Agradeço ao Presidente Nivaldo pela confiança e garanto que, junto com Natália, cumpriremos esta missão com maestria sempre pensando em ajudar nossa classe para que ela esteja cada dia mais fortalecida”, acrescentou Ana Lydia Seabra. As duas afirmam que pretendem ampliar, nesta gestão, as ações em prol dos advogados em início de carreira. “Primeiramente, precisamos manter o que já vem sendo feito, que é acolher e auxiliar os advogados e advogadas em início de carreira fornecendo suporte, integração e informações relevantes para que saibam superar os primeiros obstáculos do dia a dia da advocacia. Mas, claro, temos novos projetos para esta nova gestão que irão ampliar os trabalhos da comissão para, de fato, solucionar pontuais problemas do dia a dia destes novos advogados e, quem sabe, expandir este apoio também para todos os advogados e advogadas que se interessem em participar deste projeto de integração”, falou Natália Von Soshten. “Temos muitas novas ideais, mas o primordial é manter a excelência do que já vem sendo feito. Posso dizer que pretendemos mostrar nesta gestão que essa comissão é de fundamental importância para toda advocacia alagoana e não apenas aos novos advogados”, reafirmou a vice-presidente Ana Lydia Seabra. A importância da Jovem Advocacia foi apontada pelas presidente e vice da comissão. “O jovem, seja advogado ou não, é o futuro de um País. Portanto, o jovem advogado de hoje é o futuro de nossa OAB e nossa classe. Ter jovens cada vez mais preparados, apoiados pela Instituição e integrados com o sistema OAB fará com que nossa classe seja cada dia mais respeitada e reconhecida pela sociedade, assim como fará com que nossa casa (OAB) tenha representantes aptos para enfrentar os desafios do futuro. Investir nos jovens é investir no futuro da sociedade e da nossa instituição”, concluiu Natália Von Soshten. Já Ana Lydia Seabra afirma que “com o crescente número de faculdades de Direito vimos também crescer substancialmente o número de novos advogados que fazem inscrições na Seccional Alagoana, o que fez com que a instituição tivesse que se adaptar para acolher da melhor forma possível estes profissionais que, na maioria das vezes, chega à OAB sem saber o que fazer, como fazer, qual o próximo passo e como iniciar sua carreira. Portanto, apesar de da jovem advocacia ser uma grande fatia do número de inscritos sentimos que eles precisam de uma atenção especial de nossa Instituição para que possam ser profissionais de excelência no futuro, foi por isso e é para isso que a Comissão de Apoio profissional foi criada e continuará trabalhando diariamente”, finalizou.