Início » Diretorias da OAB Alagoas e de Prerrogativas discutem celeridade processual em encontro com Corregedor de Justiça

Diretorias da OAB Alagoas e de Prerrogativas discutem celeridade processual em encontro com Corregedor de Justiça

Nesta segunda-feira (18), o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB-AL), Nivaldo Barbosa, e o vice, Vagner Paes Cavalcanti, acompanhdandos de demais integrantes da instituição realizaram uma visita ao corregedor-geral de Justiça, desembargador Fernando Tourinho. O encontro debateu medidas de diminuir a burocracia dos processos judiciais e facilitar o trabalho interno entre as instituições. Também participaram da reunião o secretário-geral da OAB/AL, Leonardo de Moraes Araújo, a secretária-geral adjunta, Cláudia Medeiros, e a secretária-adjunta de prerrogativas, Juliana Modest, o ouvidor Judiciário, juiz Diógenes Tenório, o juiz auxiliar da CGJ/AL, João Paulo Martins, a chefe de gabinete, Mariá Tenório. Para o desembargador Fernando Tourinho, o diálogo entre os órgãos é fundamental para minimizar os problemas do Judiciário. “Nós estamos absolutamente convencidos de que conversando com as instituições nós vamos conseguir minimizar os problemas do dia a dia. Hoje nós recebemos a visita do presidente da Ordem, juntamente a outros membros da sua diretoria, e conversamos sobre diversos assuntos de interesse comum”, disse. “O presidente Tutmés tem o intuito de criar um termo de cooperação, que será um núcleo com as instituições que são operadoras do sistema de Justiça, para que nós trabalhemos juntos e, com isso, minimizaremos alguns problemas. Eu acho que conversando numa mesa conjunta, nós vamos conseguir melhorar os serviços que nós temos prestado”, afirmou Tourinho. Nivaldo Barbosa ratificou a importância da proximidade com o Judiciário. “Nós fomos muito bem recebidos numa conversa muito aberta, clara, transparente. Muitas ideias começaram a aparecer, e eu acho que é exatamente disso que nós estamos precisando, de novas ideias para reinventar soluções de grandes problemas”, ressaltou o presidente da OAB. Entre os aspectos levantados durante a reunião, Nivaldo Barbosa ainda elogiou o trabalho da Ouvidoria do Poder Judiciário e falou da criação de uma ferramenta para comunicação direta com o setor. “A ideia é nós criarmos uma comissão específica para que ela possa coletar as demandas de maior congestionamento no judiciário e essa comissão vai trazer à Ouvidoria as demandas, para que nós possamos encontrar soluções e que o processo comece a fluir, enquanto a gente, de outro lado, vai tratar junto no Comitê do Núcleo de Justiça dos problemas maiores, problemas macro, de como resolver a demora na prestação jurisdicional de forma sustentável”, finaliza. **Fonte: assessoria Corregedoria do TJ/AL**